home > Informe-se > 7 dicas para manter o sexo ativo na terceira idade

7 dicas para manter o sexo ativo na terceira idade

Publicado em 4 de maio de 2021
Por: Dr. Leonardo Ortigara

7 dicas para manter o sexo ativo na terceira idade

Durante a fase adulta, o sexo é tratado com naturalidade e faz parte dos hábitos para manter um estilo de vida saudável. Por outro lado, o sexo na terceira idade ainda é tratado como um tabu, sendo causa de muitas dúvidas e receios em pacientes que passam dos 60 anos de idade.

Apesar da idade avançada e suas consequentes mudanças no organismo, é possível adotar algumas práticas para manter a vida sexual ativa na terceira idade. Neste artigo, vou apresentar 7 dicas que vão te ajudar a preservar suas relações sexuais mesmo após os 60 anos. Acompanhe!

Sexo na terceira idade: o que muda na vida sexual?

Entre os 45 e 50 anos de idade, o corpo do homem passa pelo que chamamos de andropausa, também conhecida como “menopausa masculina”. Esse período da vida é marcado pela diminuição nos níveis de testosterona no organismo, o que, dentre outras complicações, pode afetar a vida sexual do paciente.

Como a testosterona é o principal hormônio sexual masculino, a queda na sua produção pode afetar, consideravelmente, a vida sexual do homem. As principais alterações que podem ser notadas incluem ejaculação retardada, diminuição da libido, da capacidade de resposta sexual, do nível de conforto e da capacidade de obter e manter uma ereção.

Além disso, medicamentos como anti-hipertensores, bastante comuns na terceira idade, podem causar efeitos negativos no sexo após os 50 anos. Esses medicamentos atuam diretamente sobre a irrigação sanguínea, dificultando a vasodilatação necessária para obter a ereção. 

As mudanças na vida sexual de pacientes idosos também podem ser influenciadas por fatores que abrangem efeitos físicos de doenças, estresse psicossocial e mudanças em sua saúde mental e emocional.

Como manter o sexo ativo na terceira idade?

Apesar das mudanças que ocorrem no corpo do homem, a chegada da idade não é um motivo para deixar a vida sexual de lado. Pelo contrário: a sexualidade é um fator importante para uma vida saudável. Com as dicas certas, é possível se manter sexualmente ativo. Saiba o que você pode fazer!

Escolha um horário que você esteja com energia

A energia do nosso corpo aos 60 anos não é a mesma de quem tem 20. Com o passar da idade, nosso pico de energia tende a diminuir gradativamente. E como a relação sexual exige uma boa energia, a dica é praticá-la quando você está bem disposto. Assim, adaptar o horário de manter suas relações sexuais pode ser um caminho para preservar o sexo na terceira idade.

Invista nas preliminares

Na terceira idade, o homem pode precisar de mais estímulo para obter uma ereção. Portanto, não tenha pressa para realizar a relação sexual com penetração. Estimular o pênis antes do ato sexual, seja sozinho ou com a ajuda da parceira, ajuda a facilitar a ereção, além de melhorar o clima antes da relação sexual em si. Um ambiente confortável, tranquilo e sem interrupções também ajuda nesse momento.

Valorize o afeto 

Geralmente, pacientes idosos se relacionam sexualmente com a parceira de casamento, ou seja, com quem tem uma relação de proximidade e cumplicidade durante muitos anos. Na terceira idade, valorizar o afeto existente com sua parceira também pode favorecer as relações sexuais. Por isso, uma conversa agradável, boas lembranças e intimidades únicas do casal podem ajudar a despertar o desejo para o sexo na terceira idade.

Procure relaxar 

Além de investir nas preliminares e criar momentos de intimidade antes da relação sexual, procurar maneiras de relaxar e se acalmar também é uma dica que você pode colocar em prática. Ouvir músicas relaxantes, tomar um chá, dentre outras atividades que promovem o relaxamento ajudam você a se concentrar melhor no ato sexual e perceber mais as sensações

Mantenha um estilo de vida saudável

alimentação equilibrada e a prática de exercícios físicos contribuem para melhorar nossa saúde de maneira geral. E quando estamos mais saudáveis, nosso desejo e desempenho sexual também tendem a melhorar. A atividade física merece uma atenção ainda mais especial, já que ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo do organismo, inclusive para os órgãos genitais, além de deixar seu corpo mais preparado para o esforço físico da relação sexual.

Seja criativo

Deixar a rotina de lado e experimentar algo novo sempre é muito bem-vindo nas relações sexuais, principalmente para o sexo na terceira idade. Novas experiências podem desencadear substâncias químicas no cérebro e levar à excitação. Experimentar novas posições ou lugares, por exemplo, pode ser uma ótima alternativa.

Consulte um médico regularmente

Na terceira idade, é muito comum que o paciente apresente doenças ou condições de saúde que podem refletir diretamente na vida sexual, como diabetes e hipertensão. Por isso, a consulta e realização de exames regularmente é importante para avaliar o estado de saúde do paciente. Além disso, o acompanhamento também é fundamental para identificar possíveis complicações mais graves, como a disfunção erétil, e propor o tratamento mais adequado para cada caso.

Quer acompanhar todas as minhas atualizações? Siga-me no Facebook e Instagram para ficar por dentro de todas as novidades!

Material escrito por:
Dr. Leonardo Ortigara
CRM 15149 / RQE 7698
X Balneário Camburiú Itajaí