home > Informe-se > Posso ter filhos depois da vasectomia?

Posso ter filhos depois da vasectomia?

Publicado em 12 de fevereiro de 2020
Por: Dr. Leonardo Ortigara

Posso ter filhos depois da vasectomia?

Você já pensou em ter filhos depois da vasectomia?

Saiba que você não está sozinho, já que essa é uma busca muito frequente entre os homens que passaram pela vasectomia. Por isso, a medicina tem avançado bastante para atender as necessidades dos homens que fizeram essa cirurgia, mas, por inúmeros motivos, decidem por ter filhos novamente.

Felizmente, foi desenvolvida a cirurgia de reversão da vasectomia, um procedimento bastante delicado, mas quando realizado por um urologista experiente, é capaz de reverter a incapacidade de ter filhos.

Leia o artigo e entenda como é feita a cirurgia de reversão da vasectomia e conheça os fatores que influenciam nas taxas de sucesso do procedimento para o homem que deseja ser pai mais uma vez.

Descubra como ter filhos depois da vasectomia

Graças à evolução da medicina, é totalmente possível reverter o quadro da vasectomia por meio de uma microcirurgia, capaz de devolver a fertilidade ao homem.

A cirurgia é responsável por religar os ductos deferentes, canais que conduzem os espermatozoides do testículo até a vesícula seminal e que foram rompidos pela vasectomia

Da mesma forma, a religação também pode ser feita entre o canal deferente e o epidídimo, estrutura que matura os espermatozoides para que desenvolvam motilidade.

Geralmente, a cirurgia de reversão da vasectomia dura de três a quatro horas, sendo mais longa do que a própria cirurgia de vasectomia.

Todo esse procedimento é bastante delicado e, obrigatoriamente, a cirurgia deve ser acompanhada por um microscópio cirúrgico e instrumentos de microcirurgia, pois é na perfeição da religação que estão as taxas de sucesso da fertilidade.

Do que dependem as taxas de sucesso?

As taxas de sucesso da reversão da vasectomia, dependem de alguns fatores específicos, que devem ser considerados no momento da consulta pré-operatória.

Tempo entre um procedimento e outro

Um dos fatores essenciais para o sucesso da reversão da vasectomia é o tempo entre uma cirurgia e outra. Ou seja, quanto mais curto for o tempo entre a vasectomia e sua reversão, maiores serão as chances de que o homem volte a ser fértil.

Entretanto, cada caso deve ser analisado individualmente, já que, em algumas situações em que o intervalo entre um procedimento e outro é longo, também é possível obter êxito na operação.

Técnica utilizada na vasectomia

Quando a vasectomia é realizada preservando melhor os ductos deferentes e evitando lesões extensas no canal, as chances de que a cirurgia de reversão funcione com mais precisão são muito maiores.

Qualidade do espermatozoide

Caso a produção testicular de espermatozoides for mantida após a vasectomia, as chances da reversão também aumentam.

Da mesma forma, a presença dos espermatozoides no líquido do deferente durante o intraoperatório da reversão facilitam o procedimento.

Além disso, o aspecto macroscópico do espermatozoide também será considerado na análise de sucesso da reversão da vasectomia.

Cicatrização do paciente

A cicatrização do paciente e a presença de complicações após a vasectomia também são fatores relevantes para o êxito da cirurgia de reversão.

Além disso, um dos quesitos mais importantes diz respeito à experiência do urologista que fará a cirurgia, assim como de sua habilidade em microcirurgia.

O que preciso saber antes de realizar o procedimento?

Também é fundamental que o paciente passe por alguns exames específicos para que seja definido o êxito do procedimento. Feito isso, juntamente com a comprovação de fertilidade da parceira, o paciente está apto a realizar a operação.

Na maioria das vezes, a cirurgia de reversão da vasectomia não gera complicações. No entanto, quando acontece, está associado ao desenvolvimento de hematomas ou algum tipo de infecção, mas quase sempre são quadros resolvidos com cuidados pós-operatórios. 

Converse com o seu médico, pois somente ele irá te orientar da melhor forma possível, desde a consulta inicial até depois da cirurgia.

A escolha certa do cirurgião

Como vimos, a reversão da vasectomia é um procedimento extremamente delicado e minucioso, que depende de um urologista competente para que o tratamento funcione.

Isso acontece, pois essa é uma microcirurgia especializada e, obviamente, o urologista deve estar apto a realizar esse tipo de procedimento. Inclusive, muitos urologistas não a realizam por não dominar a técnica.

Por isso, certifique-se que a reversão de vasectomia será feita por um urologista confiável. Tire todas as suas dúvidas durante a consulta e pergunte sobre as experiências do profissional sobre outras cirurgias realizadas.

Lembre-se que isso é fundamental para o sucesso do seu tratamento, assim como pela preservação de sua saúde, como um todo. Questionar sobre a experiência de um profissional é o seu direito como paciente.
Gostou do artigo? Entre em contato com a minha equipe para tirar suas dúvidas ou para agendar uma consulta em Balneário Camboriú, ou Itajaí. Ficaremos muito felizes em te esclarecer sobre o tema!

Material escrito por:
Dr. Leonardo Ortigara
CRM 15149 / RQE 7698
X Balneário Camburiú Itajaí