home > Informe-se > Impotência sexual > Qual é o tamanho normal do pênis?

Qual é o tamanho normal do pênis?

Publicado em 10 de agosto de 2021
Por: Dr. Leonardo Ortigara

Qual é o tamanho normal do pênis?

É comum que, ao longo da vida, muitos homens tenham dúvida sobre qual é o tamanho normal do pênis. Afinal, o tamanho do órgão genital ainda é um tabu no universo masculino e muitos pacientes desejam saber se estão abaixo, dentro ou acima da média.

Em muitos casos, o homem pode achar que possui o pênis pequeno ,quando, na verdade, está dentro da média. Isso pode ocorrer porque o pênis é visto como um símbolo de virilidade, fertilidade e masculinidade, mas o tamanho não deve ser uma preocupação se o homem consegue obter um desempenho sexual satisfatório.

Até que idade o pênis cresce?

O pênis passa por várias fases de crescimento nos primeiros anos de vida, mas o período de maior crescimento ocorre durante a adolescência. Por volta dos 18 aos 20 anos, o pênis atinge seu tamanho e espessura finais, mantendo-se com características semelhantes após essa idade.

Embora o período de maior crescimento aconteça na adolescência, o desenvolvimento pode variar de paciente para paciente, podendo ser mais rápido ou mais lento em alguns casos.

Além disso, é comum que o pênis cresça com uma ligeira inclinação para a direita ou para a esquerda, causando uma leve curvatura. Contudo, se não causar dor ou impedir a penetração, não há motivos para se preocupar, já que ter o pênis torto é completamente normal.

Afinal, qual é o tamanho normal do pênis?

A média de tamanho do pênis pode variar de país para país. Segundo um estudo realizado pelos pesquisadores do King’s College London com 15 mil homens ao redor do mundo, o comprimento médio de um pênis mole é de 9,16 centímetros e 13,24 quando está esticado. Quando ereto, o tamanho médio é de 13,12 centímetros. 

Mas o tamanho médio do pênis no Brasil pode ser considerado levemente acima da média mundial.

De acordo com um estudo publicado no Jornal da Pediatria, o comprimento médio do órgão masculino varia entre 14,2 e 15,7 cm quando ereto

É claro que muitos homens podem ter o tamanho do pênis abaixo ou acima da média brasileira, mas de maneira geral, o pênis de 10 a 17 cm é considerado como um tamanho normal. Para fazer a medição de maneira correta, deve-se medir a distância entre a região supra-púbica, que é o osso logo acima da base do pênis, e a ponta do pênis.

O que pode afetar o crescimento do pênis?

Para o desenvolvimento adequado do pênis, é necessário que haja alta produção e concentração de testosterona dentro dos testículos e no tecido peniano. Por isso, a principal causa que pode afetar o desenvolvimento do pênis é a hormonal, ligada a uma anormalidade cromossômica ou a uma malformação congênita ou, ainda, idiopática.

Condições como o hipogonadismo, causado por alterações da hipófise, ou o hipotálamo e o hipogonadismo, causado por alterações testiculares, acabam por afetar a produção de testosterona e, consequentemente, afetar o crescimento do órgão. O hipogonadismo pode ser secundário a uma doença genética ou ter causas adquiridas, que diminuam a produção do hormônio.

Quando devo me preocupar com o tamanho do pênis?

Se você está dentro da média ou possui um tamanho de pênis considerado normal, não é preciso se preocupar, na grande maioria dos casos. Porém, quando o pênis possui um tamanho muito inferior à média, pode ser que o órgão seja classificado como micropênis.

A condição ocorre quando o pênis tem menos de 7 cm em estado ereto, o que pode dificultar a penetração e o desempenho sexual. Nesses casos, além da questão física, o homem pode enfrentar diversos problemas de ordem emocional causada pelo tamanho do pênis.

Por outro lado, existem homens que sabem qual é o tamanho normal do pênis ou supõem uma possível, e geralmente imaginária, insuficiência do próprio pênis. Em muitos casos, o tamanho do pênis está dentro da média ou é considerado normal, mas mesmo assim, o paciente deseja ter um pênis maior.

Há, ainda, o processo de envelhecimento natural, que provoca uma queda fisiológica nos níveis de testosterona e, somado à falta de atividade sexual – seja a masturbação ou a relação sexual em si – pode fazer com que o pênis perca a elasticidade e cause a impressão de encurtamento.

Portanto, seja devido ao micropênis, ao envelhecimento ou às questões psicológicas e subjetivas, quando o tamanho do seu órgão te afeta de alguma forma, o ideal é buscar ajuda de um médico urologista para avaliar o que pode ser feito no seu caso.

Como a prótese peniana pode te ajudar?

prótese peniana pode ser uma alternativa eficiente para pacientes que sofrem com disfunção erétil associada a doenças que comprometem as dimensões do pênis ou condições que causam malformação do órgão e não permitem uma ereção satisfatória.

A prótese inflável – o modelo mais inovador e tecnológico – consiste em uma espécie de cilindro metálico que é implantado dentro da bolsa escrotal, permitindo que o paciente controle sua ereção durante o tempo que desejar. Após a relação sexual, é possível retornar o pênis ao estado de flacidez. A prótese não fica visível e o paciente consegue obter o mesmo índice de satisfação quando não apresentava disfunção erétil.

A prótese peniana não é capaz de aumentar o tamanho do pênis, mas permite que o paciente tenha ereções de maneira completa e satisfatória, o que pode ajudar a recuperar sua autoestima e confiança para manter relações sexuais. E com relações satisfatórias proporcionadas pela prótese, não há motivo para se envergonhar ou ficar com receio do tamanho de seu pênis. 

Quer saber se a prótese peniana inflável é indicada para seu caso? Agende uma consulta para avaliação individual em Itajaí ou Balneário Camboriú.

Material escrito por:
Dr. Leonardo Ortigara
CRM 15149 / RQE 7698
X Balneário Camburiú Itajaí