home > Informe-se > Incontinência urinária > Sling masculino ou esfíncter artificial: qual o melhor para incontinência urinária grave?

Sling masculino ou esfíncter artificial: qual o melhor para incontinência urinária grave?

Publicado em 7 de março de 2021
Por: Dr. Leonardo Ortigara

Sling masculino ou esfíncter artificial: qual o melhor para incontinência urinária grave?

A incontinência urinária grave é um grande entrave à qualidade de vida do público masculino e pode acabar levando o paciente a desenvolver depressão e outras doenças de caráter socioemocional. A boa notícia é que a condição pode ser tratada com métodos modernos capazes de permitir que o paciente retome o controle sobre a micção, como o sling masculino e o esfíncter artificial

A recomendação sobre o tratamento mais adequado deve ser realizada somente após consulta e avaliação individual com um médico especializado. Contudo, é importante que o paciente busque informações sobre as diferenças e vantagens dos tratamentos, afinal ele também tem poder sobre a decisão final.

A escolha correta é fundamental para que o paciente possa conviver de maneira satisfatória com o dispositivo implantado e recuperar seu bem-estar e qualidade de vida. Para te ajudar nessa missão, reuni as principais informações sobre o sling masculino e o esfíncter artificial para o tratamento de incontinência urinária grave. Acompanhe!

Quais as causas da incontinência urinária grave?

A incontinência urinária pode ser causada por múltiplos fatores que afetam o sistema neurológico ou a capacidade de controle da bexiga. O envelhecimento é um dos fatores de risco mais importante, uma vez que provoca aumento da próstata e, consequentemente, ocasiona uma maior pressão sobre a bexiga, podendo resultar em um quadro de incontinência.

A prostatectomia radicalcirurgia de retirada da próstata – também é uma das principais causas da incontinência urinária. A condição pode afetar mais de 50% dos pacientes que realizam o procedimento, surgindo em decorrência de lesões no esfíncter ou nos nervos localizados na região. Além disso, há outras condições que podem ocasionar incontinência, como:

  • bexiga hiperativa;
  • distúrbios hormonais;
  • tumores;
  • danos nervosos;
  • prostatite;
  • doenças neurológicas;
  • dentre outras. 

A incontinência urinária pode ser considerada grave quando o paciente possui grandes volumes de perda urinária, que podem chegar até 400 ml. Nesses casos, os tratamentos medicamentosos ou a terapia comportamental costumam não apresentar resultados satisfatórios, sendo recomendado recorrer às cirurgias minimamente invasivas para recuperar o controle sobre a micção.

Sling masculino X Esfíncter artificial: qual a melhor opção para mim?

O sling masculino e o esfíncter artificial são considerados tratamentos de grande eficácia para combater a incontinência urinária grave. Saiba mais sobre suas diferenças e vantagens!

Sling masculino para incontinência urinária 

O sling masculino consiste em uma pequena malha cirúrgica que proporciona tanto a elevação da uretra ventral como a compressão distal, resultando em maior sustentação e compressão da uretra. O sling é formado por dois braços de silicone que possuem vários elementos cônicos conectados a uma almofada compressiva de espuma de silicone radiopaca. 

Os braços do sling são fixados usando os elementos cônicos e permitem ajuste pós-operatório se a continência satisfatória não for alcançada. Existem vários modelos de slings e, apesar dos diferentes mecanismos de ação, o grande objetivo é a compressão com tensão adequada do bulbo uretral, com manutenção da tensão para prevenção de vazamentos e retenção urinária.

Esse tratamento é recomendado para casos em que a incontinência urinária não é tão grave, apresentando melhores resultados em quadros moderados de perda urinária.

Esfíncter artificial para incontinência urinária 

Considerado padrão-ouro para o tratamento da incontinência urinária pós-prostatectomia, o esfíncter artificial trata-se de um pequeno dispositivo implantado cirurgicamente, capaz de restabelecer o processo natural sobre o controle da urina.

O dispositivo é composto por uma manga oclusora, uma bomba e um balão regulador da pressão. Esses três elementos ficam interligados e, em conjunto, simulam a função esfincteriana de maneira normal. 

O esfíncter artificial abre e fecha a uretra sob o controle voluntário do paciente, sendo que o balonete é esvaziado através da compressão da bomba por 2 a 3 vezes. Ao ser esvaziado, ocorre uma descompressão sobre a uretra, permitindo que a urina seja eliminada. 

Esse tratamento apresenta resultados extremamente satisfatórios para casos de perdas urinárias moderada a grave. Após a implantação do dispositivo, o paciente pode retornar à sua rotina normalmente, estando apto a praticar esportes, viajar, participar de eventos sociais e outras ocasiões sem a preocupação de ocorrer um episódio de perda involuntária de urina.

O esfíncter artificial representa o que há de mais moderno e eficaz para o tratamento da incontinência urinária grave, sendo considerado superior em relação ao sling masculino. Inclusive, pacientes que não se beneficiaram com o sling podem apresentar resultados satisfatórios ao optar pelo implante do esfíncter artificial. 

Quer conhecer melhor os benefícios do esfíncter artificial ou saber se o tratamento é recomendado para seu caso? Agende uma consulta para avaliação individual em Itajaí ou Balneário Camboriú.

Material escrito por:
Dr. Leonardo Ortigara
CRM 15149 / RQE 7698
X Balneário Camburiú Itajaí