home > Informe-se > Você sabe identificar quais são os sinais de DST em homens?

Você sabe identificar quais são os sinais de DST em homens?

Publicado em 31 de março de 2022
Por: Dr. Leonardo Ortigara

Você sabe identificar quais são os sinais de DST em homens?

Você sabe identificar quais são os sinais de DST em homens?

Saber quais são os sinais de DST em homens é indispensável para todos que são desse gênero, assim, é possível identificar alguma anormalidade de forma precoce e procurar um médico antes que os sintomas se tornem muito graves ou que a enfermidade seja transmitida para outras pessoas.

Atualmente, as doenças sexualmente transmissíveis (DST) são chamadas de infecções sexualmente transmissíveis (IST), uma vez que o termo “doença” implica na existência de sintomas, o que nem sempre ocorre nos casos de contágio. Já o termo “infecções” refere-se aos problemas de saúde que podem ter períodos sem nenhum sinal.

Mas, independentemente do termo que se utiliza, esse problema é um motivo de preocupação na nossa sociedade. De acordo com o Ministério da Saúde, são diagnosticados mais de 1 milhão de casos anualmente de ISTs, o que corresponde a 0,6% da população com 18 anos ou mais.

Grande parte desse contágio ocorre por falta de informação, assim como pelo uso de preservativos apenas no momento da penetração, o que não impede alguns tipos de vírus a entrarem no organismo por outros meios, como pela boca ou lesões na pele.

Continue lendo para saber mais sobre os sinais de DST em homens e saber quais são as infecções mais comuns.

Quais são os sinais de DST em homens?

Tão importante quanto saber quais são os sinais de DST em homens é entender mais sobre a infecção, o tempo que leva para os sintomas se manifestarem e a forma de tratamento de cada uma dessas condições.

Para isso, trouxe as principais informações sobre as ISTs para você. Confira.

AIDS

A síndrome da imunodeficiência adquirida, conhecida popularmente como AIDS, é causada pelo vírus HIV e tem cerca de 1,5 milhões de novos diagnósticos anualmente. A sua transmissão ocorre a partir do sexo sem proteção, do uso de seringas infectadas ou de mãe para filho.

O diagnóstico é feito por meio de um exame de sangue ou de urina e o tratamento consiste no uso de medicamentos que impedem a multiplicação do vírus, que enfraquece o corpo e predispõe outras doenças.

Sintomas da AIDS

Os primeiros sinas de AIDS em homens ocorre entre a terceira e a sexta semana após a infecção, sendo muito similar a uma gripe, havendo febre e mal-estar. Após esse período, outros sintomas podem aparecer, como:

  • suores noturnos;
  • perda de peso e
  • diarreia.

Em muitos casos, a doença só é diagnosticada quando o sistema imune já está muito sensível, o que aumenta as chances do paciente ter pneumonia, tuberculose e toxoplasmose.

Sífilis

É impossível falar sobre os sinais de DST em homens e não mencionar a sífilis, que conta com mais de 5 mil novos diagnósticos anualmente. Ela é causada pelo contato sexual sem preservativo com uma pessoa infectada pela bactéria Treponema pallidum ou durante o nascimento.

O seu diagnóstico é feito por meio de um teste rápido. Caso o resultado seja positivo, recomenda-se a realização de um exame de sangue para confirmar. O tratamento consiste no uso de antibióticos para combater a bactéria, que deve ser tomado com o devido acompanhamento médico.

Sintomas da sífilis

Os sintomas podem variar de acordo o tempo de infecção:

  • primária: ocorre entre 10 e 90 dias após a infecção e consiste no aparecimento de uma ferida no pênis, no ânus e/ou na boca;
  • secundária: aparece após 6 semanas a 6 meses da cicatrização da ferida anterior. Nessa etapa, há o aparecimento de manchas pelo corpo, e
  • terciária: surge entre 1 e 40 anos após a infecção. Se manifesta por lesões na pele, no coração, nos ossos e nos neurônios, podendo levar o paciente ao óbito.

Hepatite B e C

As hepatites B e C são infecções que podem ser transmitidas pelo contato com sangue ou secreção de uma pessoa infectada. Ela afeta o fígado e é diagnosticada a partir de um exame de sangue, desde que ele seja realizado 60 dias após o contágio.

Alguns casos são agudos, quando duram menos de 6 meses, e outros crônicos, quando persiste por mais de 6 meses. Em ambas as situações, o tratamento depende das lesões no fígado e dos sintomas.

Sintomas da hepatite

As hepatites B e C muitas vezes não apresentam nenhum sintoma, mas alguns pacientes se queixam de:

  • cansaço;
  • dor abdominal;
  • enjoo;
  • olhos e pele amarelados;
  • fezes escuras e urina clara, e
  • febre.

Outras doenças

Além da AIDS, da sífilis e das hepatites B e C, existem outras ISTs que são comuns entre os homens, como:

  • candidíase: infecção causada pelo fungo encontrado nas mucosas. É caracterizada pelo aparecimento de placas brancas na boca ou coceira, dor ao urinar e vermelhidão no pênis;
  • HPV: infecção pelo contato sem preservativo com uma pessoa infectada por esse vírus. O principal sintoma é o aparecimento de verrugas na região genital e anal, e
  • herpes: a famosa herpes também pode ocorrer nos genitais. Nesses casos, há o aparecimento de bolhas dolorosas na região genital e anal.

Vale ressaltar que esses são apenas alguns sinais de DST em homens. Ao notar qualquer anormalidade no seu pênis ou ânus, mesmo que faça tempo que não tenha atividade sexual sem preservativo, procure um urologista quanto antes.

Conte comigo para isso. Entre em contato para falar sobre os seus sintomas e agende uma consulta em Balneário Camboriú ou Itajaí.

Material escrito por:
Dr. Leonardo Ortigara
CRM 15149 / RQE 7698
X Balneário Camburiú Itajaí