home > Cirurgia videolaparoscópica

Especialidades

Saiba mais sobre os procedimentos realizados pelo Dr. Leonardo Ortigara.

Cirurgia videolaparoscópica

Cirurgia videolaparoscópica


Introduzida no Brasil na década de 1990, a cirurgia videolaparoscópica, ou laparoscopia, é um procedimento minimamente invasivo realizado com o objetivo de diagnosticar e tratar doenças urológicas na região abdominal e pélvica. Utilizando técnicas e equipamentos modernos, a videolaparoscopia é indicada quando a cirurgia robótica não pode ser realizada.

Como funciona cirurgia videolaparoscópica?

O procedimento é feito através de incisões muito pequenas – de 5 a 10 mm – na região inguinal por onde são introduzidos os instrumentos cirúrgicos necessários à operação. A visualização do interior da cavidade abdominal é obtida a partir do laparoscópio, um instrumento fino que é conectado a um sistema de fibras ópticas e microcâmeras para permitir o aumento das imagens em até 20 vezes.

As imagens captadas em alta resolução são projetadas em um monitor para que o cirurgião tenha uma visão nítida e ampliada de todo o campo cirúrgico. Dessa forma, é possível realizar diagnósticos e cirurgias de forma muito mais precisa, minuciosa e detalhada. É importante frisar que a cirurgia videolaparoscópica é realizada sob anestesia geral e, portanto, necessita de internação hospitalar. 

Quais as vantagens?

Por se tratar de um procedimento minimamente invasivo, a cirurgia videolaparoscópica oferece diversas vantagens em comparação a cirurgia tradicional, na qual são realizadas punções e incisões consideravelmente grandes. Os principais benefícios da cirurgia de videolaparoscopia são:

  • menor trauma cirúrgico;
  • menor sangramento intraoperatório;
  • menor dor pós-operatória;
  • recuperação pós-cirúrgica mais rápida com retorno mais cedo às atividades habituais;
  • cicatrizes menores e
  • redução na taxa de infecções.

Quais as indicações da cirurgia?

Na urologia, a cirurgia videolaparoscópica é indicada para tratar uma série de doenças e complicações que podem atingir os rins e os sistemas urinários e reprodutor. Dentre as principais indicações de tratamento estão:

Como se preparar para cirurgia videolaparoscópica?

A grande maioria dos procedimentos de videolaparoscopia não necessita de preparos prévios específicos. De acordo com a necessidade de cada paciente, o cirurgião pode indicar a  ingestão de dieta líquida sem resíduos na antevéspera e jejum nas oito horas que antecedem o procedimento. 

Além disso, é necessária a realização de todos os exames pré-operatórios pertinentes ao procedimento cirúrgico. Pacientes que apresentam instabilidade hemodinâmica, insuficiência cardiorrespiratória severa, distensão abdominal importante, peritonite generalizada, infecção extensa da parede abdominal são contra-indicados à operação.

Quais os cuidados no pós-operatório?

Apesar da recuperação mais rápida e com menos desconforto, alguns cuidados são necessários no período pós-operatório para aumentar as chances de sucesso do procedimento.

A recuperação da videolaparoscopia pode variar de 1 semana a 30 dias. Na primeira semana, é importante ficar de repouso e evitar esforços físicos. Até a recuperação total, o paciente deve evitar, sobretudo, dirigir, praticar atividades físicas intensas e manter relações sexuais.

É importante ressaltar que outros cuidados específicos podem ser orientados pelo médico de acordo com as necessidades de cada paciente. 

Quer saber se o procedimento é indicado para seu caso? Agende uma consulta sobre cirurgia videolaparoscópica em Itajaí ou Balneário Camboriú!

Agendar consulta

Atendimento

O Dr. Leonardo Ortigara atende em Balneário Camboriú e Itajaí, Santa Catarina. Entre em contato e agende uma consulta.

Balneário Camboriú - Ver no mapa +

Itajaí - Ver no mapa +

Pré-agendar consulta

Preencha o formulário abaixo que entraremos em contato para confirmar o agendamento.

[cf7sr-simple-recaptcha]
X Balneário Camburiú Itajaí