home > Reversão de vasectomia

Especialidades

Saiba mais sobre os procedimentos realizados pelo Dr. Leonardo Ortigara.

Reversão de vasectomia

Reversão de vasectomia


Pacientes que realizam vasectomia e desejam ter filhos em um momento posterior não precisam se preocupar. Apesar de ser uma cirurgia de caráter definitivo, é possível realizar a reversão da vasectomia e recuperar a fertilidade para realizar o sonho de ser pai novamente. Saiba mais sobre o procedimento!

Como é feita a reversão da vasectomia?

Considerado uma técnica de alta complexidade, a reversão da vasectomia é realizada por meio de uma microcirurgia que religa os ductos cortados e fechados durante o procedimento da vasectomia. O procedimento reconstrói esse canal, permitindo que os espermatozoides cheguem até a uretra e voltem a ser expelidos juntamente ao sêmen.

A microcirurgia é realizada com o auxílio de um microscópio e fios cirúrgicos extremamente finos que permitem a junção das partes que foram desconectadas. Por ser uma cirurgia minuciosa e delicada, a reversão necessita de tempo cirúrgico maior que a vasectomia, geralmente de três a quatro horas.

Atualmente, existem duas técnicas utilizadas na cirurgia de reversão da vasectomia: a vaso-vasostomia e a vaso-epididimostomia. A primeira é realizada quando a secreção do coto ao lado do testículo aponta a presença de espermatozoides. 

Caso não haja espermatozoides, opta-se pela vaso-epididimostomia, uma técnica mais complexa e necessária para ultrapassar o ponto obstruído. A escolha do procedimento mais adequado deve ser feita por um urologista especializado na reversão de vasectomia.

Quais são as taxas de sucesso?

As taxas de sucesso do procedimento são consideradas bastante elevadas, sobretudo se a cirurgia for realizada nos anos seguintes após a realização da vasectomia. Se a reversão for realizada em até 3 anos após a vasectomia, a chance de obtenção de espermatozoides no esperma ejaculado é de 97%.

Depois desse período, as chances de que o paciente volte a ser fértil reduzem conforme o passar do tempo. Contudo, alguns fatores específicos podem garantir altas taxas de sucesso até mesmo em pacientes que realizaram a cirurgia de vasectomia há mais de 25 anos.

O que determina as taxas de sucesso?

Além do tempo entre a realização da vasectomia e a cirurgia de reversão, existem outros fatores que podem influenciar as taxas de sucesso:

  • Técnica utilizada: vasectomias que evitam lesões e ressecções extensas nos ductos deferentes – e, consequentemente preservam melhor mesmo – garantem maiores taxas de sucesso no procedimento de reversão.
  • Cicatrização do paciente: a capacidade de cicatrização de cada paciente e a ausência de complicações no período pós-operatório também aumentam as taxas de sucesso da reversão da vasectomia.
  • Qualidade do espermatozoide: se a produção testicular de espermatozoide for mantida após a vasectomia, existem maiores chances de que o paciente volte a ser fértil.
  • Experiência do urologista: por se tratar de um método complexo e delicado, a experiência do urologista e sua habilidade em microcirurgias são fatores decisivos para o sucesso do procedimento.

Quanto tempo após a reversão da vasectomia é possível engravidar?

O resultado da cirurgia de reversão da vasectomia pode ser observado entre dois a três meses após a realização do procedimento. O paciente deve fazer o espermograma, que irá apontar a presença ou ausência de espermatozoides. Geralmente, após 3 meses a taxa de espermatozoides é de 80% e aumenta progressivamente com o passar do tempo. Após 12 meses, as taxas normalizam e chegam a 99%.

No entanto, a gestação pode demorar de 12 a 18 meses para acontecer naturalmente, sem que isso implique em casos de infertilidade. A chance de engravidar também depende da fertilidade da parceira. Para mulheres até os 35 anos e sem histórico de doenças no sistema reprodutor, as chances da gravidez após a reversão de vasectomia do homem podem chegar até 70%

O tempo de realização da reversão após a vasectomia também influencia nas taxas de gravidez. Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia,  nas reversões com menos de 3 anos após a vasectomia, a taxa de gravidez é de 76%. Entre 3 e 8 anos, existem 53% de chances de gravidez. Entre 9 a 14 anos, 44%, e após 15 anos, a chance de ocorrer gravidez natural cai para 30%. 

A importância da especialização do urologista

Como a reversão da vasectomia é um procedimento delicado, minucioso e complexo, a escolha certa do profissional é fundamental para garantir que o procedimento seja realizado com a máxima segurança e eficácia para obter os resultados desejados. 

O profissional responsável pelo procedimento é o urologista, porém nem todos os médicos especializados na área são aptos para realizar a reversão da vasectomia. Para estar apto, o médico precisa passar por uma formação específica, como a realização de treinamentos e fellowships de robótica que o habilitem para a realização do procedimento.

Além disso, é importante que o profissional esclareça todas as dúvidas do paciente durante as consultas pré-operatórias. Isso é fundamental para alinhar as expectativas e garantir que cada paciente fique mais tranquilo durante todo o processo.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato e envie suas perguntas. Será um prazer lhe ajudar!

Agendar consulta

Atendimento

O Dr. Leonardo Ortigara atende em Balneário Camboriú e Itajaí, Santa Catarina. Entre em contato e agende uma consulta.

Balneário Camboriú - Ver no mapa +

Itajaí - Ver no mapa +

Pré-agendar consulta

Escolha o local e horário para pré-agendar sua consulta.

Leonardo Ortigara - Doctoralia.com.br
X Balneário Camburiú Itajaí