home > Informe-se > Câncer de Próstata > O câncer de próstata pode voltar após a cirurgia?

O câncer de próstata pode voltar após a cirurgia?

Publicado em 6 de abril de 2021
Por: Dr. Leonardo Ortigara

O câncer de próstata pode voltar após a cirurgia?

Vencer o câncer de próstata traz um grande alívio para os pacientes que enfrentaram a doença. Infelizmente, nem sempre essa cura é definitiva, pois em alguns casos câncer de próstata pode voltar depois da cirurgia

A recidiva do câncer pode ser devastadora sob o ponto de vista emocional, mas não significa que o paciente não tem mais chances de ser curado. Com acompanhamento médico e uma nova abordagem de tratamento, é possível vencer o câncer novamente.

Continue a leitura e saiba porque o câncer de próstata pode voltar depois da cirurgia e como lidar com ele!

O que é recidiva do câncer?

A recidiva é o nome dado à recorrência do câncer de mesmo tipo, ou seja, quando o paciente obteve a cura, mas o câncer retornou depois de algum tempo. Mesmo se o paciente passou por uma prostatectomia e retirou a próstata, o câncer pode voltar na região da glândula. Há, ainda, casos em que o câncer volta nos ossos, no fígado ou em outros órgãos.

É muito difícil ter certeza se o câncer de próstata pode voltar depois da cirurgia, sobretudo quando o tumor foi diagnosticado no início e o paciente realizou um tratamento com capacidade curativa. No caso do câncer de próstata, é recomendado que o paciente continue realizando exames de rotina e o exame de PSA regularmente para verificar possíveis alterações.

Vale ressaltar que recidiva e evolução possuem significados diferentes. Se o câncer de próstata volta após 3 meses, por exemplo, é possível que o paciente não estivesse realmente curado. Nesse caso, trata-se de uma evolução, e não de uma recidiva. A maioria dos médicos considera recidiva somente quando o câncer volta após 1 ano sem sintomas.

Por que o câncer de próstata pode voltar depois da cirurgia?

O câncer de próstata pode voltar depois da cirurgia, sobretudo se ele apresentou um crescimento acelerado ou disseminou para outras regiões do corpo antes ou durante o tratamento. A recidiva do câncer de próstata não é considerada comum, mas ela pode ocorrer por dois fatores principais:

Remoção incompleta do tumor

Em casos raros, a cirurgia convencional de câncer de próstata não remove completamente o tumor. Se isso ocorrer, pequenas áreas de células tumorais permanecem no corpo do paciente, sendo indetectáveis por exames de imagem. Conforme o passar do tempo, essas células podem evoluir e se multiplicar em uma quantidade suficiente para causar sintomas ou para serem localizadas por exames.

Resistência ao tratamento

A quimioterapia e a radioterapia são tratamentos bastante comuns e eficazes contra o câncer de próstata, mas as células cancerosas podem se tornar resistentes a esses tipos de tratamento. Por mais que a grande maioria das células tenham sido extintas, um pequeno número delas pode não ter sido alterado ou afetado o suficiente para serem mortas. Com o tempo, essas células podem crescer e aparecer novamente.

Como lidar com a recidiva do câncer de próstata?

Após a cura do câncer, o paciente deve realizar a chamada “vigilância”, que consiste no acompanhamento médico e exames de rotina com a finalidade de detectar uma possível recidiva.

Ao notar qualquer alteração no PSA ou nos exames de rotina, é preciso ligar o alerta e buscar ajuda de um urologista especializado. Quanto menos tempo decorrido entre a cura e a recidiva do câncer de próstata após a cirurgia, mais grave pode ser a situação.

Exames de imagem, como tomografia computadorizada, ressonância magnética e cintilografia óssea, devem ser solicitados pelo médico para determinar o estado da doença e observar a localização da metástase.

A escolha do novo tratamento deve considerar os tratamentos realizados anteriormente à recidiva. Para pacientes que realizaram a prostatectomia, a radioterapia associada a hormonioterapia ou outra terapia combinada pode ser uma opção. Contudo, somente o médico poderá definir o melhor tratamento para seu caso.

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Envie suas perguntas através da página de contato. Será um prazer lhe ajudar!

Material escrito por:
Dr. Leonardo Ortigara
CRM 15149 / RQE 7698
X Balneário Camburiú Itajaí