home > Tratamento de cálculo renal

Especialidades

Saiba mais sobre os procedimentos realizados pelo Dr. Leonardo Ortigara.

Tratamento de cálculo renal

Tratamento de cálculo renal


Hoje, dispomos de um verdadeiro arsenal contra os cálculos renais. Independente de sua localização ou tamanho, a litíase renal pode ser realizada através de procedimentos endoscópicos, minimamente invasivos (por meio de uma única incisão de aproximadamente 2 cm) ou através de ondas de choques (procedimento ambulatorial não invasivo).

Os avanços da medicina aliados à evolução tecnológica permitiram criar procedimentos minimamente invasivos e com altas taxas de sucesso para o tratamento de cálculo renal. Com os novos procedimentos, a cirurgia aberta para pedra nos rins reserva-se cada vez mais somente para casos complexos e de cálculos muito grandes.

As novas abordagens para o tratamento de cálculo renal são altamente eficazes e promovem uma recuperação em menor tempo, com menores riscos de complicação e menor desconforto ao paciente. Independente de sua localização ou tamanho, as pedras nos rins podem ser removidas através de ondas de choque ou procedimentos endoscópicos. Conheça a vantagem de cada um desses procedimentos, a seguir.

Litotripsia extracorpórea por ondas de choque para tratamento de cálculo renal

Considerado um procedimento ambulatorial não invasivo, o tratamento de cálculo renal por ondas de choque é mais indicado para pedras com menos de 1 cm. Neste procedimento, o urologista localiza o cálculo com a ajuda de raios X e direciona ondas de choque sobre o corpo do paciente por meio de um gerador de ondas sonoras.

As ondas de choque atravessam a pele e o tecido até atingir o cálculo, reduzindo-o a fragmentos muitos pequenos que serão eliminados naturalmente através da urina. O procedimento pode ser realizado sem anestesia ou com uma sedação leve, permitindo que o paciente retorne para casa logo em seguida.

Quanto menos duro e denso for o cálculo e menor for a distância entre a pele e o cálculo, mais efetiva será a fragmentação. Em pedras menores que 2 cm, as taxas de sucesso variam de 71% a 91%. Apesar disso, o tratamento por ondas de choque é efetivo para todos os tipos de pedras nos rins. Além disso, vale ressaltar que as ondas de choque não causam nenhum malefício ou efeito colateral.

Pacientes que fazem uso de anticoagulantes e antiagregantes plaquetários devem suspender o uso das medicações por cerca de uma semana antes do procedimento ou pelo período determinado pelo urologista. Demais recomendações prévias ao procedimento são indicadas pelo especialista.

Procedimento endoscópico para tratamento de cálculo renal

O procedimento endoscópico é feito por meio de uma única incisão de, aproximadamente, 2 centímetros, por onde é inserida uma fibra óptica conduzindo um laser específico que será guiada pelos orifícios naturais da via urinária para chegar até o local do cálculo.

Ao localizar a pedra por uma microcâmera, o cirurgião aciona o laser que, por sua vez, fragmenta o cálculo renal, reduzindo-os em pedaços passíveis de serem eliminados de forma espontânea e indolor pelo paciente ou, ainda retirados com o auxílio de instrumentais específicos, caso seja necessário.

O procedimento endoscópico é considerado minimamente invasivo e menos agressivo em comparação com outros métodos cirúrgicos. Devido à precisão da técnica, é possível atingir apenas os cálculos com o laser, evitando lesões nos tecidos adjacentes e preservando a função renal.

Geralmente, não há necessidade de cuidados pré-operatórios, mas é importante seguir as recomendações médicas para o seu caso. O tempo de internação hospitalar costuma ser de 24 horas. Após receber alta, o paciente vai para casa utilizado um cateter duplo interno, retirado poucos dias depois. Na grande maioria dos casos, é possível retornar às atividades de rotina em menos de uma semana após o procedimento.

As taxas de sucesso desse tipo de tratamento para cálculo renal podem chegar a 100%, dependendo dos equipamentos utilizados e da experiência do cirurgião.

Por que optar por procedimentos minimamente invasivos para tratamento de cálculo renal?

Com rápida recuperação e alta taxa de preservação da função renal, as novas abordagens para o cálculo renal propiciam uma excelente qualidade de vida. A tecnologia traz muito mais segurança e conforto ao paciente, reduzindo os incômodos e riscos de complicações presentes na cirurgia aberta.

Além disso, uma investigação laboratorial permite definir a causa e origem metabólica, impedindo a formação de novos cálculos renais. Portanto, também é de suma importância contar com os novos exames no campo da urologia para melhorar a saúde dos seus rins. 

Para aumentar as taxas de sucesso, é importante realizar o tratamento com profissionais experientes e habilitados. As novas abordagens no tratamento de cálculos renais são bastante delicadas e exigem muita técnica para que o paciente obtenha os resultados desejados.

Quer saber mais e conhecer qual é o procedimento para cálculo renal mais indicado para seu caso? Agende sua consulta em Itajaí ou Balneário Camboriú.

Agendar consulta

Atendimento

O Dr. Leonardo Ortigara atende em Balneário Camboriú e Itajaí, Santa Catarina. Entre em contato e agende uma consulta.

Balneário Camboriú - Ver no mapa +

Itajaí - Ver no mapa +

Pré-agendar consulta

Escolha o local e horário para pré-agendar sua consulta.

Leonardo Ortigara - Doctoralia.com.br
X Balneário Camburiú Itajaí